Como funciona o financiamento imobiliário?

C

O financiamento imobiliário é uma ótima alternativa para a compra de imóveis. Os financiamentos, na maioria das vezes, são feitos por bancos, que repassam um dinheiro ao vendedor do imóvel para complementar o pagamento do preço.

Este processo facilita a transação imobiliária, pois garante ao vendedor grande parte do preço do imóvel e o comprador se compromete a efetuar o pagamento do saldo financiado diretamente à instituição bancária num longo prazo. Juntamente com o financiamento, é feita a contratação de um seguro, que garante a quitação da dívida em caso de morte ou de invalidez permanente do contratante, além de danos físicos ao imóvel objeto da garantia do banco.

Durante o período de financiamento, ou seja, enquanto não for quitado o saldo objeto do financiamento,  o imóvel estará na propriedade do comprador, mas ficará alienado ao banco credor até que ocorra a liquidação do valor contratado.

A maioria das instituições bancárias trabalham com financiamento imobiliário. A grande diferença entre cada banco está nas taxas de juros cobradas, no prazo máximo permitido para o parcelamento do financiamento, bem como no percentual do imóvel que pode ser financiado. Por isso, é importante contar com uma boa assessoria em crédito imobiliário para garantir as melhores condições.

Depois de definidas as melhores condições, o próximo passo é enviar os documentos para a aprovação do crédito.

É necessário apresentar os seguintes documentos do(s) proponente(s): cópia do documento de identidade com CPF, da certidão de estado civil, dos comprovantes de renda (contracheques e declaração do imposto de renda do casal), de um comprovante de residência atualizado, bem como não poderá estar inscrito em cadastro de inadimplentes.

Os empresários e os profissionais autônomos podem comprovar renda por meio da declaração de imposto de renda, de extratos bancários, de contrato de prestação de serviços ou de outros documentos, conforme o caso.

A renda comprovada determina o valor máximo da prestação mensal possível a viabilizar a contratação do financiamento. Isto porque, via de regra, as parcelas não podem ultrapassar o equivalente a 30% da renda bruta.

Após a aprovação do crédito e com o imóvel definido, o banco fará a avaliação do imóvel, bem como verificará a documentação necessária da parte vendedora e do imóvel. Estando tudo conforme, o banco emitirá o contrato com caráter de escritura pública de compra e venda a ser assinado por todas as partes.

Neste momento, a parte compradora precisa realizar o pagamento das despesas inerentes à transferência da propriedade, tais como tarifas do banco,  imposto de transmissão e cartório de registro de imóveis.

Uma vez assinado o contrato de financiamento, ele precisa ser registrado no cartório de registro de imóveis competente e, somente após a conclusão deste registro, é que os recursos do financiamento imobiliário serão liberados ao vendedor.

Normalmente, a primeira parcela do financiamento vence 30 dias após a assinatura do contrato.

Este processo tem auxiliado muitas pessoas a realizarem a compra da casa própria. Mas a definição da melhor  taxa e opção de crédito, a diligência de documentos e a tramitação do processo até a liberação dos recursos do financiamento não é tão simples assim.

Somos experts em crédito imobiliário e a nossa assessoria vai lhe ajudar a encontrar a melhor forma de viabilizar a comprar do seu imóvel.

Podemos fazer uma simulação gratuita para você! Basta entrar em contato conosco pelo fone 51 3061 7212 ou pelo WhatsApp 51 99556 7300.

Escrito por

Adicionar comentário

Por admin

Posts recentes

Comentários

Arquivos

Categorias

Meta